domingo, 7 de julho de 2019

QUANDO VALE A PENA VIVER À DOIS!

Se não podemos ser nós mesmos diante do nosso par, e se tivermos que passar um dia inteiro preso ao mesmo, sem poder ter um minuto de suspiro sozinho, se isso nos dá ânsia ou tédio, causa sensação de pânico, corramos então bem rápido atrás da nossa enseada, estamos num terrível remanso. Deus nos acuda! O amor não é coisa do outro mundo. É necessário que sejamos expostos, transparentes, sem máscaras ou subterfúgios. A parceria com o outro deve ser clara, pura, confortável, sabendo dividir, partilhar, e principalmente se doar por inteiro, sem temores de ser infeliz. A felicidade é colhida, quando bem plantada, como se faz uma colcha de pequenos retalhos, cheia de detalhes, curvas, retas, quadrados redondos etc., e que só acabamos de alinhavá-la quando nos restar apenas o último fio de boa vontade, de vida, para o arremate final, e dar o nó do amor que atará todos nossos bons sentimentos um ao outro. Assim, acho que vale a pena viver à dois, dividindo a cama, travesseiros, os lençóis, sonhos, sorrisos, e O AMOR, e A PAIXÃO, debaixo do mesmo teto.
Maria De Deus Oliveira,

Nenhum comentário:

NOSSO LUTO! DIA DOS FINADOS!

Apesar das grandes perdas e que vivemos um doloroso luto, a vida continua e existem muitas pessoas que amamos e nos precisamos umas das out...