CONFLITO!

Eu amo, 
Mas tenho medo da entrega no amar...
De sofrer.
Dá pra entender? 
Medo da expectativa...
De nada corresponder à intensidade deste amor aqui.
Que hora aquece e às vezes arde e tanto dentro de mim ...
E que agora aflorou depois de adormecido a tanto tempo. 
Sempre foi assim. 
Dorme e de repente explode!...
Como se fosse um vulcão...
Ou então!...
Como se fosse uma bomba ...
Sim!,...Uma explosão como uma bomba atômica!...


Que me deixa tonta.
Ou catatônica.
Parada no vazio sem saber o que fazer.
O que resolver: Lhe ver ou não ver?
Pois, só em de saber que me procurou... 
Mesmo sem saber qual foi o motivo...
O porquê?...
Estou assim lesa... 
Atônita..
De pernas bambas.
Não consigo concatenar meu pensamento....
Perdendo tudo...dinheiro...chave...documento...
Será que tô louca? 
Louca de amor?...
Só se for!....
Despetalando a margarida: Quero te ver!...Não quero te ver!...
Ouvindo aquela música tão sua...
Olhando nossas fotos...
Lembrando do beijo.
Mas chega a decepção que ocupa meu coração.
Clamo a Deus...
Não quero morrer de paixão.
Dai-me forças...eu preciso...
E eu resisto!...
Sempre morei no embate deste conflito!..
Mesmo sabendo que de você, 
Eu loucamente preciso!...

by Maria de Deus Oliveira

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

TRABALHO DE PESQUISA EM PEDAGOGIA

A IMPORTÂNCIA DAS ATIVIDADES LÚDICAS PARA CRIANÇAS DE 03 A 06 ANOS

MITOLOGIA GREGA: A HOMOSSEXUALIDADE