quinta-feira, 27 de julho de 2017

CRAVO BEIJA-FLOR!

E eu estou a sua espera... 
descompensada, cheia de saudades 
do abraço bem apertado, colado...
da sensação de me sentir intensamente amada 
por fora e pelo avesso, 
da cabeça aos pés, de corpo inteiro,
alma e coração, que pertencem somente a você,
que lê seus pensamentos,
e me vejo como única dona dos seus desejos.
Ah! E os meus?
Se soubesses o que penso,
virias correndo,
sedento de amor e a meia luz,
entre juras e promessas,
tu me dirias que nos seduzimos definitivamente.
Enfim, tornei-me a predileta,
sua formosa rosa/flor,
nos aprisionamos num encantamento recíproco,
nos completamos, transbordamos,
o homem que eu amo,
Enfim,
somos o retrato do AMOR!
precisas de mim.
eu ti preciso,
meu amoroso cravo beija-flor!...


by Maria de Deus

terça-feira, 25 de julho de 2017

DESCOBERTA DO AMOR


  1. E tem muita gente nesse momento descobrindo o amor...instante mágico na vida... encontro de pares eternos...isso não tem preço, mas tem enorme valor, pois nada neste mundo é capaz de comprar um sentimento verdadeiro que purifica e transforma os corações em mais humanos, sensíveis, tolerantes. Quem ama tem uma visão diferente do mundo, o acha mais belo, romântico, amável, colorido por sorrisos, quando troca abraços, beijos, colo, aconchego, e essa troca de afeto confiante é incomum, benigno,e torna cada vez mais esses seres felizes, pois só o amor é capaz de promover a alegria inenarrável à alma.
  • by Maria de Deus Oliveira

SEM VOCÊ JUNTO DE MIM

Sem você junto de mim, 
Parece dia de chuva fina... 
Silenciosa...
Tudo cinza ao meu redor. 
Ares só de tristeza, melancolia...
Sinto até ranço na manteiga...
O pão sabor de adormecido,
O açúcar salobro,
O café não esquenta minha alma friorenta.
O agasalho não substitui seus braços calorosos
Que me envolve como uma manta de amor.
É, existem pessoas
Que por mais que estejamos rodeadas de gente,
Aquele lugar fica profundamente vazio,
Meus olhos opacos, sombrios
E sem beleza,
Como o eclipse sobre o sol.
É tão vertiginosa essa saudade,
Que me sinto despencando num precipício,
Quando a dor da tua ausência me invade!...



by Maria de Deus Oliveira

NUNCA VOU ESQUECER VOCÊ

Como posso esquecer você, 
Se foi o único que deixou 
Marcas arraigadas na minha alma. 
Na minha mente
Só passa aquele filme inesquecível de nós dois. Jamais haverá alguém
Capaz de mexer tanto com o meu ser
E com as minhas emoções.
Seu cheiro invadiu meus poros
Seu eu...
Meu templo de felicidade e repouso
O som da sua voz
Não sai dos meus ouvidos,
O toque da maciez dos seus lábios
Ainda sinto em minha boca.
Sozinha com essa insana saudade
Parecem finas lanças
Que varam em dor meu coração.
Sinto falta do abraço apertado
Do beijo sufocado
E de nunca mais poder sentir
E os toques mágicos de suas mãos...


by Maria de Deus

QUANDO SE PERDE A SENSIBILIDADE

Quando se perde a sensibilidade,
tudo vira treva dentro da alma.
Falta fé, compaixão, humanismo,
ternura, tudo se torna seco,
nada brota de bom de um ser 
que endureceu o coração.
Só semeia maldade, 
é cruel, 
desconhece a bondade. 
É abutre, 
quer 
ver carnificina,
tanto faz vivo ou morto, 
não valoriza do outro, 
a vida. 
Então,
peça a Deus
que te traga pessoas
que agregue alegria,
que te faça sorrir, 
humanistas, 
sensíveis,
e o mais importante,
nos momentos difíceis 
não te abandone!
Uma abençoada noite!

Maria de Deus Oliveira

www.alinhavandopalavras.blogspot.com

www.alinhavandopalavras.blogspot.com

Bem-Vindos!
Temas variados: trabalhos escolares orientados por mim e/ou assuntos que despertam a minha curiosidade, estudo e elaboro através de pesquisa. Trabalhos de outros pesquisadores. Em paralelo, a literatura, coisas que gosto de escrever, em diversos gêneros literários.

Nós os mais velhos somos os responsáveis por essa juventude que dominará no futuro nosso mundo, portanto, mãos a obra: Quem ama educa e nunca machuca!
Amar significa educar com liberdade vigiada até que o jovem possa dirigir sua vida com autonomia. É preciso aprender a valorizar o “SER”, porque as coisas se deterioram e a essência transcende. Infelizmente a vida é um enigma e nada podemos afirmar, porque se não houver vida após morte, morremos e nem saberemos quando isso acontecer, entretanto não custa nada ser bom, honesto, preservar a natureza para os nossos herdeiros, pois eles merecem viver num universo saudável como viveram nossos ancestrais.
Vivamos diariamente não como se fosse o último dia, mas com a alegria de poder viver mais um dia e conviver com as pessoas que amamos, oxigenar o corpo, ver a beleza que nos rodeia dia e noite e principalmente saborear momentos inéditos.
A vida não teria prazer se não houvesse sonhos, fantasias, crença na utopia, partilhar amor, amizade e o conhecimento que nos permite criar e apreender.
Venha participar deste espaço virtual, não como uma estrela cadente, mas como uma estrela ascendente que deseja pertencer a uma brilhante constelação de amizade e saberes que nos edifica como ser humano. Bem-vindo(a) a minha tela eclética em cultura, e você é quem decide o que deseja nos presentear.
Um abraço!
Maria de Deus Oliveira de Siqueira Alves.
http://www.ecleticoemcultura.blogspot.com/


Todas as ilustrações, exceto fotos de amigos e da minha família, (aliás, uma grande família) foram retirados do http://www.google.com.br/, pesquisa de imagens mais completa da web.

Respeite os Direitos Autorais

É preciso uma porção de amor em tudo que se produz!