Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2017

CRAVO BEIJA-FLOR!

Imagem
E eu estou a sua espera... 
descompensada, cheia de saudades 
do abraço bem apertado, colado...
da sensação de me sentir intensamente amada 
por fora e pelo avesso, 
da cabeça aos pés, de corpo inteiro,
alma e coração, que pertencem somente a você,
que lê seus pensamentos,
e me vejo como única dona dos seus desejos.
Ah! E os meus?
Se soubesses o que penso,
virias correndo,
sedento de amor e a meia luz,
entre juras e promessas,
tu me dirias que nos seduzimos definitivamente.
Enfim, tornei-me a predileta,
sua formosa rosa/flor,
nos aprisionamos num encantamento recíproco,
nos completamos, transbordamos,
o homem que eu amo,
Enfim,
somos o retrato do AMOR!
precisas de mim.
eu ti preciso,
meu amoroso cravo beija-flor!...

by Maria de Deus

MINHA SINA!

Imagem
by Maria de Deus Oliveira Eu que pensava que este palpitar do meu coração  Para os sentimentos estava completamente morto... Que já havia sepultado e enterrado o seu amor De repente eu o vi ressurgir num pulsar latente Abanar com forças as brasas e espantar as cinzas Mostrou-se como eu nunca tinha visto Um verdadeiro tsunami quando retornou. Bradava mais que um ensurdecedor tamborim... Agitava minhas entranhas, queimava dentro de mim. Assim do nada, por causas de umas bobas palavras Me vi de novo envolvida por esta louca emoção... Sonhando com o teu olhar...o toque da tua mão Meu corpo é movido por este turbilhão de paixão. Mas eu, não estava segura, nem preparada. Recuei...recusei...eu não quis lhe encontrar Era demais pra mim, depois novamente afundar Naquele redemoinho de sofreguidão sem ti Que tentei apagar por longos dias e noites Você não sabe como foram essas dores sem fim Você não sabe como dói as feridas da alma Quando a gente sofre sozinha, triste e calada Como foi dolorida…

SEM VOCÊ JUNTO DE MIM

Imagem
Sem você junto de mim, 
Parece dia de chuva fina... 
Silenciosa...
Tudo cinza ao meu redor. 
Ares só de tristeza, melancolia...
Sinto até ranço na manteiga...
O pão sabor de adormecido,
O açúcar salobro,
O café não esquenta minha alma friorenta.
O agasalho não substitui seus braços calorosos
Que me envolve como uma manta de amor.
É, existem pessoas
Que por mais que estejamos rodeadas de gente,
Aquele lugar fica profundamente vazio,
Meus olhos opacos, sombrios
E sem beleza,
Como o eclipse sobre o sol.
É tão vertiginosa essa saudade,
Que me sinto despencando num precipício,
Quando a dor da tua ausência me invade!...


by Maria de Deus Oliveira

NUNCA VOU ESQUECER VOCÊ

Imagem
Como posso esquecer você, 
Se foi o único que deixou 
Marcas arraigadas na minha alma. 
Na minha mente
Só passa aquele filme inesquecível de nós dois. Jamais haverá alguém
Capaz de mexer tanto com o meu ser
E com as minhas emoções.
Seu cheiro invadiu meus poros
Seu eu...
Meu templo de felicidade e repouso
O som da sua voz
Não sai dos meus ouvidos,
O toque da maciez dos seus lábios
Ainda sinto em minha boca.
Sozinha com essa insana saudade
Parecem finas lanças
Que varam em dor meu coração.
Sinto falta do abraço apertado
Do beijo sufocado
E de nunca mais poder sentir
E os toques mágicos de suas mãos...

by Maria de Deus

QUANDO SE PERDE A SENSIBILIDADE

Imagem
Quando se perde a sensibilidade,
tudo vira treva dentro da alma.
Falta fé, compaixão, humanismo,
ternura, tudo se torna seco,
nada brota de bom de um ser 
que endureceu o coração.
Só semeia maldade, 
é cruel, 
desconhece a bondade. 
É abutre, 
quer 
ver carnificina,
tanto faz vivo ou morto, 
não valoriza do outro, 
a vida. 
Então,
peça a Deus
que te traga pessoas
que agregue alegria,
que te faça sorrir, 
humanistas, 
sensíveis,
e o mais importante,
nos momentos difíceis 
não te abandone!
Uma abençoada noite!

Maria de Deus Oliveira