EU PENSEI

Eu pensei que amar...
fosse uma magia...
um laço fechado e dado com afeto e ardo
r.
Não pensei que fosse simplesmente um só lado
que fosse flechado e o outro livre e insensato,
só brincasse de amor....
A minha vida ficou fria, amarga,
o desencanto em mim entranhou,
agora sou filha da desconfiança,
não quero mais aliança
nem pacto com teu desamor.
Mas cresci com a experiência
e hoje eu tenho a decência
de te expulsar do meu coração,
e a praga que eu rogo a você,
é que vai um dia querer,
vai implorar e sofrer,
por alguém que vai também te dizer...
ironicamente: NÃO!...

by Maria De Deus Oliveira
 
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

TRABALHO DE PESQUISA EM PEDAGOGIA

A IMPORTÂNCIA DAS ATIVIDADES LÚDICAS PARA CRIANÇAS DE 03 A 06 ANOS

MITOLOGIA GREGA: A HOMOSSEXUALIDADE