O AMOR É COMO O RIO... O TEMPO.....


O verdadeiro amor é como o rio. Um caminho sem volta que desemboca no mar profundo a ermo. Pororoca sem paz.
       Mistura de felicidade, mel, fel, paixão e o grande vilão do descompasso de um infinito desassossego ou plena felicidade. O amor é um sentimento controvertido e sendo abstrato é imensurável, invisível, sem forma, sem cor, e de resultados surpreendentes. Uma verdadeira incógnita, um mister, uma avenida sem fim com várias faixas, incluindo contramãos, curvas e cruzamentos perigosos, algumas áreas inacessíveis em que a única saída é por uma tangente, e se perder o retorno certo, adeus, perde-se pelas paralelas e nunca mais o reencontro...Mas quem sabe é somente Deus...Talvez permita no infinito...

Muitas vezes ao nos mirarmos no espelho, nos surpreendemos e repudiamos as rugas causadas pelos percalços da vida, mas infelizmente não enxergamos o que estampa a nossa alma, e nela sim, é que reside a idade real que possuímos: jovialidade ou velhice e isso só depende de nós e não do tempo....



by Maria de Deus Oliveira


Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

TRABALHO DE PESQUISA EM PEDAGOGIA

MITOLOGIA GREGA: A HOMOSSEXUALIDADE

A IMPORTÂNCIA DAS ATIVIDADES LÚDICAS PARA CRIANÇAS DE 03 A 06 ANOS