quinta-feira, 16 de junho de 2011

VIVA! O AMOR!!!




Quando o nosso amor está distante provoca um vazio que nada sacia porque às pessoas que são viciadas em amar, faz de um dia distante parecer uns longos vinte anos de ausência. Até nosso corpo parece envelhecer,  amuar-se, perder o brilho dos olhos, o viço da vida. Da vontade de dormir e só acordar quando puder ver aquela miragem maravilhosa. A ausência das pessoas de quem gostamos nos transtorna. Sabe uma pessoa que é viciada em bebida e não tem o quê beber e fica de mau humor? Um fumante que está abstêmio, que só pensa naquilo? Cigarro,cigarro, cigarro! Mesmo assim acontece com as pessoas apaixonadas.Ficam famintas do prazer, da companhia, da amizade do aconchego. Todos nós somos compulsivos pelo amor e os que não sabem amar não entendem essa maneira de agir das pessoas que amam e a elas eu digo, abra seu coração e deixe o amor invadir, mas saiba administrar seu coração como receptor e doador, pois o amor não traz só alegrias, mas também tristezas porque ninguém é da forma e age da maneira que nós queremos, cada um, é cada um, então lute para combater esse egoísmo que existe dentro de você que não permite abrisse para amar por desejar ser o senhor absoluto e verá que você será o maior vencedor. Eu acredito no amor e que ele supera todas as barreiras, credos, respeita a contradição da visão do outro, tempo, idade, as temperanças. Quando há respeito entre duas pessoas esse sentimento pleno de apego de um pelo outro transcende a tudo. Quem ama não percebe o envelhecimento do seu amor, pois como já disse o poeta, enxergam o outro "pelas lentes do amor" e quem ama de verdade não ama só o corpo, mas também a alma, essa jamais envelhecerá. Sempre estará viva, formosa, perfumada, decorada para o amor, pronta para amar, ser amada e nunca rejeita, num sequer momento o ensejo de estar junto do seu parceiro, partilhar as vitórias, o sucesso, o sofrimento, a angústias, será sempre a bengala de apoio, carinho e mais ainda, a companheira eterna no infinito do amor. Ninguém pode dominar nossa alma e o pensamento, ninguém porque são as únicas coisas que nascem e permanecem livres de qualquer tipo de grilhões. Ninguém assalta e rouba nada da alma, só da carne, pois ela é abstrata e tem o poder de esconder os mistérios do corpo, da mente e do coração. Aprender amar é uma arte de grande sabedoria e quem nunca conseguiu amar assim de entrega total, passou nessa terra e não viveu e também nunca será amado plenamente, será apenas desfrutado e quando perder o sabor é jogado no lixo do esquecimento como qualquer fruta que estragou, porque para ser amado tem que possuir essência, conteúdo, valores interiores que superam todas as coisas materiais porque elas um dia desintegrarão. Desde o momento que nascemos já estamos crescendo e aumentando a nossa matéria para envelhecer e quando não servir mais, será enterrada para sempre e só ficará a lembrança que permanecerá dependendo do que fomos capazes de construir com a nossa alma. Se você e a sua alma foram de gestos inesquecíveis para as pessoas que conviveram com sua presença, sempre estará entre aqueles que sempre lhe amou e vice-versa, mas de uma coisa eu tenho certeza, que o amor é o mantenedor da eterna juventude no homem.
Maria de Deus Oliveira
Postar um comentário

www.alinhavandopalavras.blogspot.com

www.alinhavandopalavras.blogspot.com

Bem-Vindos!
Temas variados: trabalhos escolares orientados por mim e/ou assuntos que despertam a minha curiosidade, estudo e elaboro através de pesquisa. Trabalhos de outros pesquisadores. Em paralelo, a literatura, coisas que gosto de escrever, em diversos gêneros literários.

Nós os mais velhos somos os responsáveis por essa juventude que dominará no futuro nosso mundo, portanto, mãos a obra: Quem ama educa e nunca machuca!
Amar significa educar com liberdade vigiada até que o jovem possa dirigir sua vida com autonomia. É preciso aprender a valorizar o “SER”, porque as coisas se deterioram e a essência transcende. Infelizmente a vida é um enigma e nada podemos afirmar, porque se não houver vida após morte, morremos e nem saberemos quando isso acontecer, entretanto não custa nada ser bom, honesto, preservar a natureza para os nossos herdeiros, pois eles merecem viver num universo saudável como viveram nossos ancestrais.
Vivamos diariamente não como se fosse o último dia, mas com a alegria de poder viver mais um dia e conviver com as pessoas que amamos, oxigenar o corpo, ver a beleza que nos rodeia dia e noite e principalmente saborear momentos inéditos.
A vida não teria prazer se não houvesse sonhos, fantasias, crença na utopia, partilhar amor, amizade e o conhecimento que nos permite criar e apreender.
Venha participar deste espaço virtual, não como uma estrela cadente, mas como uma estrela ascendente que deseja pertencer a uma brilhante constelação de amizade e saberes que nos edifica como ser humano. Bem-vindo(a) a minha tela eclética em cultura, e você é quem decide o que deseja nos presentear.
Um abraço!
Maria de Deus Oliveira de Siqueira Alves.
http://www.ecleticoemcultura.blogspot.com/


Todas as ilustrações, exceto fotos de amigos e da minha família, (aliás, uma grande família) foram retirados do http://www.google.com.br/, pesquisa de imagens mais completa da web.

Respeite os Direitos Autorais

É preciso uma porção de amor em tudo que se produz!