MINHA ALMA



MINHA ALMA
Hoje...
Minha alma amanheceu emburrada
Meus olhos não possuem brilho
Lágrimas descerradas...
O viço em minha pele desapareceu...
A minha mente
Não consegue concatenar pensamentos
Meus neurônios parecem ensandecidos
Desordenados e desobedientes
Responde amiga:
- É TPM ? Ou o que aconteceu?
Não me deixe sozinha...
Não vá embora...
Sem você sou vazia
Minha essência escafedeu.
Não me diga que alma
Sofre dos chiliques da menopausa?
To ferrada!
Já basta a carne
Envelhecida de mim se desprendeu.
Ela responde que está indignada!
Cansada de partidas e chegadas
De tantas estações tresloucadas
Mudanças de clima e humor.
Ela quer uma casa coerente
Que segure as barras incondicionalmente
Mantenha-me forte e resistente
Rebata as falácias sem temor
Dos ataques inconseqüentes
Que traz aflição, penúria e dor.
Ela quer que eu cresça e amadureça
Possua coração, mas de cabeça feita
Pois só retornará lá do infinito
Para compor novo dueto comigo
Quando eu me dedicar mais Amor!

AUTOR: MARIA DE DEUS OLIVEIRA
1 comentário

Postagens mais visitadas deste blog

TRABALHO DE PESQUISA EM PEDAGOGIA

A IMPORTÂNCIA DAS ATIVIDADES LÚDICAS PARA CRIANÇAS DE 03 A 06 ANOS

MITOLOGIA GREGA: A HOMOSSEXUALIDADE