21 de Abril




Realmente a vida todo dia confirma o velho ditado, que as coisas boas da vida sempre estão ao redor dos grandes rios e que estes só navegam e descarregam sempre no mar.
Tiradentes foi o símbolo da tentativa de uma independência que chegou tardiamente, e que deixou o nosso país sem "educação" por longos séculos. Infelizmente esse baluarte foi sacrificado apenas por ser o único pobre entre os rebelados, porque entre os ricos não se vêm mártires.
Por isso é preciso estar sempre atento a vida e as coisas que fazem parte dela. Ao que está próximo de nós e também não ficar alheio ao que está distante porque de certa forma nos atinge indiretamente. Tudo o que está no mundo pertence aqueles que estão apenas de passagem por aqui, portanto, tente deixar sua estadia registrada, por menor que seja sua parcela, será uma grande contribuição para a VIDA. O mais importante é lembrar que da terra nada levamos, a não ser o que ingerimos, amamos, os momentos importantes que vivemos. Faça o bem, não importa a quê ou a quem, talvez isso sim sirva para alguma coisa na bagagem sem peso que podemos levar conosco para o lado de lá. É um mister, mas só Deus é quem sabe, se elas vão servir para abrir as portas para um mundo novo e só almejo que Joaquim José da Silva Xavier, com sua bravura e humildade, tenha garantido o seu quinhão!
Autor: Maria de Deus Oliveira






Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

TRABALHO DE PESQUISA EM PEDAGOGIA

A IMPORTÂNCIA DAS ATIVIDADES LÚDICAS PARA CRIANÇAS DE 03 A 06 ANOS

MITOLOGIA GREGA: A HOMOSSEXUALIDADE