quinta-feira, 23 de outubro de 2008

PRIMAVERA! Um presente para você!











Receba esse cesto de flores imaginárias, multicoloridas, com variados aromas deliciosos, belíssimas formas variadas e do tamanho suficiente para adornar seu coração e alegrar sua alma por meio dessas lindas rosas perfumadas.
Sinta o cheiro, é o seu cheiro! O perfume da amizade, carinho, afeto que exala no ar quando se tem amor para dar!
Coloque-as junto do telefone, isso vai lhe lembrar que se estiver sentindo falta de alguém, ligue! Quem sabe seu fim de semana será espetacular, o melhor que você teve na sua vida? Enfim se esbaldar!
As flores dão um encanto especial à vida, vislumbra o belo, e eu desejo que você tenha todos os dias seu olhar dirigido para as coisas boas, significantes para o seu viver e durante o percurso e por todos os seus caminhos por onde passar, vá colhendo os cravos, rosas, lírios, tulipas, miosótis, a nossa flora é maravilhosa, rica em olores e o melhor presente que você pode doar aos seus amigos, parentes e amores.
Não se esqueça de semear em seu jardim, a mais preciosa de toda a espécime, e assim poder conviver com a mais bela flor, e espalhar suas sementes com ajuda dos passarinhos, voando a favor ou contra o vento, com a ajuda do tempo, constantemente, sempre mais, o pólen da flor da PAZ, embelezando o mundo inteiro, enfim, podermos cantar juntos: “Brigas nunca mais”!
Beijos floridos e perfumados da sua sempre e especial amiga!

A florista: MARIA DE DEUS OLIVEIRA

Livro Alinhavando Palavras - Sem pé, nem cabeça. I VOLUME

Por que será?






Autoria: Maria De Deus Oliveira
As pessoas adotam um estilo
sua forma particular de escrever
para mim não há mais JEITO!
Eu só sei falar em você!
Já tentei versar sobre o tempo
de música, filme, até poesia,
mas em tudo, tema, ou momento,
Só seu rosto aparecia!

Você é meu direito e avesso
ser pleno que habita em mim
por isso não tenho sossego
meu agora, começo e fim!

Livro: Alinhavando Palavras - Sem pé, nem cabeça. I VOLUME

Como é difícil amadurecer....











Autor: Maria de Deus Oliveira

O texto do Mário Quintana, “Amadurecimento”, leio e releio e não me canso porque contém a mais pura verdade. Só a maturidade nos dá uma direção e visão melhor de mundo. Sofrer de amor todos nós sofremos, só não sofreu quem nunca amou, porque, quanto mais amamos mais imperfeitos e críticos ficamos em relação a pessoa amada. Podemos ter milhões de amigos, no entanto, “aquilo” que nos "pertence" não pode. Podemos sorrir, gargalhar, conversar até com pessoas desconhecidas, mas a "nossa" propriedade amada, nem sequer pode cumprimentar alguém. Longe de nós, nem sequer pode demonstrar alegria, é motivo para um conflito. Além de egoístas, somos tolos terroristas sentimentais. Torturamos a quem amamos, porque ninguém pode ler o pensamento do outro e dificilmente quem ama confia. Planta verde, pra colher madura. Pergunta trilhões de vezes para ver se acontece uma contradição.
Deus é tão sábio que nos reservou a privacidade do pensar. Esse é o certificado de que ninguém é dono de ninguém. Temos a liberdade de sonhar, maquinar, projetar, imaginar etc., sem que ninguém domine ou proíba nossas idéias, porque somos livres, jamais alguém poderá descobrir e revelar os nossos pensamentos. Só Deus está sobre o nosso controle, ele pode dar e tirar o que quiser e a qualquer momento, os nossos projetos de vida.
Somos tão limitados que não prevemos o quê pode nos ocorrer dentro de um segundo. Mas tenho fé em Deus que teremos longos anos de vida. Vale a pena tentar não radicalizar, ser mais sensatos, partilhar o amor com sabedoria, sem magoar, sem ferir e principalmente fantasiar fantasmas que só nos fazem infelizes e ao outro também, e traz sofrimentos de mágoas em vão que destrói a convivência aos poucos..
É muito difícil encontrar alguém que durante a vida inteira nunca ter desejado ou sentido vontade de pertencer, pelo menos por alguns instantes, por meio da intimidade carnal e espiritual, com alguém por quem sente alguma admiração e que considera ser especial, mas vive sua fantasia apenas no imaginário do mundo platônico. Será isso pecado ou traição? Não, isso é natural. A atração acontece. Ninguém foge daquele imã da atração que uma pessoa exerce inconscientemente sobre nós. O importante é ter a consciência que é apenas uma mudança de temperatura e que ela vai desabar em nada.
A imaturidade existente no amor não permite que o outro declare seus reais sentimentos que os sufoca. Infelizmente de uma coisa o outro não escapa, é a tendência de se fazer comparações. Cogitar como seria se houvesse a possibilidade de viver o sonho idealizado na realidade. Ficará sempre a interrogação do momento não partilhado e nem vivenciado, por ser uma pessoa racional, preferiu não arriscar.
Se esta mensagem serve de consolo, meu pai está no terceiro casamento e foi ele quem me deu essa trova para eu ler e guardar, quando eu era ainda muito jovem e que eu nunca esqueci e que uso como regra de vida: “Se em vão da vida reclamas, os mais almejados bens, se não alcanças o que amas, aprendas a amar o que tens.”

Livro: Alinhavando Palavras - Sem pé, nem cabeça. I VOLUME

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Saudades de você...



Autor: Maria de Deus Oliveira
Ai que saudades de você!
Não sei mais o que fazer
Pra sanar meu coração
Como pode alguém querer
Sem alguém corresponder
Seu amor, sua paixão?


Não posso, não quero conter
Ai Deus! Venha me socorrer
To minguando de solidão
Tenho medo desse sofrer
Que me mata, me faz padecer
E da vida perder a noção!

Quero amar, não quero esquecer
Meu porto seguro, meu sobreviver
Você modifica meu simples viver
Você mexe, remexe a minha emoção
PAZ, FOGO, LUZ, AR, ÁGUA!
......................................................VULCAO!!!.................................................................
Livro: Alinhavando Palavras - Sem pé, nem cabeça. I VOLUME

Mate sempre que puder às saudades...






Autor: Maria de Deus Oliveira

Sempre que puder mate às saudades. Há quanto tempo espero reunir todos os meus filhos como antigamente, os quatro, num almoço, jogando conversa fora. Era muito bom meu Deus! Hoje é praticamente impossível. A vida sempre nos reserva no futuro surpresas desagradáveis por um lado, mas por outro são extremamente corretas.
Os filhos quando pequenos precisavam de nós para cuidar deles. Com o tempo os papéis se invertem, nós é que precisamos dos cuidados deles e sabemos que não podemos tê-los para nós. Assim como fizemos com nossos pais, é preciso alçar vôos, cada um em busca do seu destino, esperanças e sonhos, porque não podemos perder as oportunidades de crescer, ter independência e agregar valores em nossas vidas.
A vida é curta e os momentos de alegria são breves. È preciso valer à pena vivê-la de forma preciosa. Alinhavar, juntar os retalhos dos melhores momentos vividos e guardá-los no coração e na lembrança. Fazer o possível e o impossível para anular as mágoas, principalmente na questão do perdão, a si e aos outros, são barreiras que surgem para impedir que sejamos felizes plenamente.
Apesar de muitas vezes nos sentirmos sozinhos, a grande recompensa é saber que não estarmos no fundo do poço, ao contrário, estamos por cima dele. A realização pessoal da nossa família, dos amigos, enfim, da humanidade, é o que mais desejamos, porque uma sociedade só é vencedora quando todos os seus membros adquirem sua autonomia de cidadão, assim, me considero uma vencedora, sem mais responsabilidades para cumprir. Aleluia! Aleluia!
Em algum lugar eu li e infelizmente não me lembro a autoria, mais ou menos assim, que só se consegue sair de dentro do poço, quando chegamos ao fundo dele, porque essa é a única possibilidade que temos de impulsionar o corpo para dar o pulo capaz de atingir o topo do poço.
Faça da mágoa a fonte de renovação do amor e perdão, excluindo do espírito tudo que pode virar tormento. Agradecer a Deus quando acordamos, pela nossa vida e daqueles a quem amamos, porque são as pessoas e não as coisas que produzem a felicidade através do amor, carinho e afeto. Só elas são donas de sentimentos e possuem sensibilidade e, “È dando que se recebe".
Aproveite todos os momentos, não deixe escapar nada. Diga que ama, abrace, beije, faça um chamego, traga a tona somente às lembranças agradáveis, prepare algo que possa agradar o paladar, o tato, os ouvidos, a visão e o cheiro. Atendimento completo, cinco estrelas e tenha a certeza que haverá sempre alguém a querer matar as saudades junto com você...
A amizade, o amor, a vida está no ar...

Livro: Alinhavando Palavras - Sem pé, nem cabeça - I VOLUME

Para os meus amigos da NET e do ORKUT...





Autor: Maria de Deus Oliveira

Todo dia agradeço a Deus por ter-me dado todos os meus sentidos e eu poder sentir o cheiro da sua alma perfumada, ler, escrever para vocês, meus amigos virtuais. Uma amizade que se fortalece pela presença diária no meu correio e que me deixa alegre e feliz com tantos ensejos de felicidade e alegria. Cada dia os novos contatos surgem e a amizade espalha-se pelo ar através da internet, que aproxima as pessoas e fortalece os laços de afeto entre os amigos reais e torna a amizade virtual cada vez mais direcionada para o plano real. A confiança se estabelece a cada mensagem, recado e outras formas de comunicação.
Na beleza lida nas palavras e mensagens que trocamos, ouço o som da musicalidade da amizade. Fico impressionada com o talento das pessoas que escrevem essas mensagens. Cada dia uma mais bela do que a outra e que atinge em cheio o nosso coração, nossas emoções, nossos sentimentos e nos deixa mais leve, mais consciente do que queremos. Aconselham-nos, mostram trilhas a seguir, espelhos de vida que nos leva a uma grande reflexão, são verdadeiros conselheiros, quando não, elevam a nossa estima e astral.
Outras são verdadeiras orações a Deus, a natureza, a amizade, ao amor e acompanhadas por recadinhos pessoais ou eletrônicos, que ensejam sempre o meu bem estar e o que pode haver de melhor nesse mundo para a minha vida. Agradeço por sempre ser lembrada e tenho a consciência que sou querida por essas pessoas e por elas também tenho um grande sentimento fraternal e como diz a canção: "amigo é para se guardar debaixo de sete chaves". Uma grande verdade. As amizades devem ser protegidas de todos os males, porque amigo de verdade mesmo, é aquele que é não preciso estar preso a nós por algemas, grilhões, presença, nada, porque você amigo, é aquela pessoa que faz muitas às vezes o papel de pai, outras vezes de mãe, muitas vez de filho, na maioria das vezes de um grande irmão, que nos dá o ombro para chorar as dores de um grande amor ou de uma mágoa sentida, e finalmente faz papel de namorado, nos segura pela mão e nos levanta, para nos mostrar quê, está ali para o que der e vier e que somos importantes sim, pelo menos para ele, então nos sentimos fortes novamente. Decepção não mata, ao contrário, nos fortalece pelo aprendizado. Por essas e outras coisas mais, só o fato de saber que você existe amigo, eu fico muito feliz.
Que Deus abençoe a todos nós, pais, mães, filhos, irmãos, amores, namorados, noivos, enfim todas as pessoas, e duplamente aquelas que são pessoas amigas que sempre estão dispostos para nos abrigar. O que lhe desejo é: fé, alegria, felicidades, saúde, saúde e muita saúde, porque sem ela não somos nada. Desejo ainda mais, muito mais, um montão de amizades para você.
Segue aqui uma reflexão que sempre faço comigo mesmo: Pense que sempre há uma saída. Quando Deus nos fecha uma porta é para nos motivar, nos tirar da monotonia, da rotina, renovar nosso ser, porque viver de verdade exige sonhos, luta e esperança. Então quando iniciamos a jornada, as janelas começam a abrir-se, uma por uma, para um novo sol iluminar a nossa vida e renascermos para um novo tempo.
Beijo no seu coração iluminado.
Obrigada por sua amizade.

Livro: Alinhavando palavras - Sem pé, nem cabeça. I VOLUME

Reflita com amor



Autor: Maria de Deus Oliveira

Existem pessoas passionais e descontrolas que não têm coragem de enfrentar seu agressor. Na primeira oportunidade de extravasar e aliviar sua tensão nervosa ou o que está a atormentar, descontam nos outros a sua raiva. Você acha isso justo?
Existem vários caminhos para resolver seu problema e não ferir ninguém: soco em saco de areia; ir para frente do espelho e esculhambar sua própria fraqueza; correr até suar o último pingo de ódio; nadar até afogar suas mágoas. Tantas coisas mirabolantes podem ser feitas, mas creio que existe uma ótima alternativa. Cozinhe uma galinha e convide seu inimigo para devorarem durante um bate papo. Cada momento que tiver vontade de pular no pescoço para agredi-lo, conte mentalmente até dez. Acha cansativo? Pense: depois da explosão da raiva, a tapa levada, o grito explodido, os maus tratos aplicados, assim como você sabe está sentindo na pele, jamais será esquecido pela vítima.
O segundo passo é tratar muito bem o réu para induzi-lo a lhe pedir perdão porque realmente está com remorso. Quem erra e pede perdão, se é perdoado, também não lembrará mais do fato. Quem perdoa não pode apenas falar da boca para fora, senão o passado nunca deixará de ser presente, remoerá, sofrerá todos os dias e adoecerá por acumular dia-a-dia mais ressentimentos. Isso poderá tornar-se um transtorno psíquico ou total desequilíbrio mental, o importante é relevar e enterrar de vez o episódio.
Quando perdoamos ou somos perdoados, temos que lavar as sujeiras que agridem o nosso interior, debaixo de forte aguaceiro purificador de almas, até que ela fique incolor, inodora e aquelas manchas sumam, para não se abrirem em pústulas e nunca mais cicatrizarem. Para as escaras na alma não há remédio e nem receitas médicas, só o tempo, dono do esquecimento
, talvez as cure...

Livro: Alinhavando Palavras - Sem pé, nem cabeça. I VOLUME

Hum ... As dores da alma!...










Autor: Maria de Deus Oliveira

Por que será que as dores da alma nunca cicatrizam? São iguais a machucados das mãos e dos pés ou em outro qualquer lugar, que nas idas e vindas do nosso dia-a-dia, sempre acertamos em cheio no machucado e a dor aflora ainda muito mais forte.
Temos que ficar muito atentos para evitar um choque sobre essas feridas abertas na estrutura física para não piorar a infecção. Algumas vezes de tão machucados é preciso haver uma amputação para que sare definitivamente aquela parte afetada, senão provocará falência múltipla do corpo, ou viver uma vida quase vegetativa. São raros os casos de pedidos de eutanásia porque sempre existe aquela esperança de sobreviver com alegria e permanecer ao lado das pessoas queridas. Traumas corporais, cirurgias etc., essas dores esquecemos à medida que o tempo passa. Quando relembramos sabemos como descrevê-la, causa mal estar só de pensar, entretanto, não vivenciamos a intensidade da dor, mas as dores da alma são bem diferentes. Elas acentuam-se cada vez mais forte, violentam cada vez mais o nosso espírito. Muitas vezes perdemos o controle e na maioria dos casos aumenta demais o sofrimento e nos sentimos totalmente alijados.
Relembrar uma dor da alma afeta de tal forma algumas pessoas que estas não conseguem suportar e suicidam-se. Serão covardes ou muito corajosos se existe dentro de nós um forte sentido de preservação de vida? As dores não são mensuráveis, não têm forma e não se pode fazer comparação de quem sofre mais ou menos. Apesar de não ter peso e nem ser visto a olho nu, é a pior, o mais pesado fardo, e a mais danosa ferida carregada por alguém, as dores da alma. Para elas não existe remédio alopata, homeopata e nem curativo que sane. A sabedoria contida nas palavras, a correspondência dos sentimentos abstratos mais bonitos que existem, será capaz de operar o milagre da ressurreição da alma, como: amor, afeto, compreensão, saber ouvir, elevar a auto-estima. Com carinho demonstrar para aquele ser profundamente magoado que ele é imprescindível na vida de alguém porque o vazio provocado pela inutilidade do viver sem esperança de alcançar um dia à felicidade, o respeito, a dignidade, é uma sentença prematura de morte. Ser feliz é ter amor recíproco, respeitar a individualidade e o ritmo de cada um. Não nos cabe impor e nem tentar adaptar o outro ao nosso método de vida. A liberdade é a maior riqueza do ser humano que contagia a relação amorosa para viver momentos inesperados e surpreendentes. Dá a possibilidade de todos os dias vivermos a magia de novas descobertas, diante do sim, na permissão de sermos nós mesmos, porque é um direito nosso, e o não é permissivo, quando não existe razão em ser proferido.
Assuma o papel de maestro, daquele que tem o dom de harmonizar e administrar as divergências entre os instrumentos musicais para preparar um verdadeiro show. Faça da sua vida o maior espetáculo. Prepare o mais belo arranjo, componha através das controvérsias as mais afinadas e maravilhosas sinfonias, que proporcione alegria ao ser viver. Só nós podemos derrubar a depressão e vencer a melancolia. Ligue a tomada da energia positiva e viva feliz com muito amor próprio. Um divino dia para você!

Livro: Alinhavando Palavras - Sem pé, nem cabeça. I VOLUME

Nada... "Nada vale a pena se a alma é pequena".


Autor: Maria de Deus Oliveira

Fiquei divagando sobre essa citação de Fernando Pessoa e me perguntava: será que a alma tem forma mesmo? Como será que ela é? Do tamanho e largura do nosso corpo? Será que ela preenche todas as nossas células? Então aquelas que envelhecem e descamam durante o banho, quando coçamos alguma parte do corpo, fazemos uma limpeza de pele, ou mesmo numa depilação, as que se vão com o passar do tempo, essas células levam pedacinhos de nossa alma? Sou mesmo uma tonta, boba, perder tempo a pensar em alma, se nem sequer sabemos se ela existe de verdade. Mas depois pensei, não sou tola, dentro da nossa substância, ou seja, carne e ossos, tem que haver algo que os mova e que não seja somente cérebro e músculos, então, devemos ter uma alma ou essência? Sim, porque uma vez eu li num poema, em algum lugar, perdoe-me o autor por não lembrar seu nome, que as almas têm cheiro. Sei que as pessoas têm um olor característico. Quem conhece, basta cheirar o travesseiro, o lençol, que identifica a quem pertence, quando se conhece o aroma da pessoa. Na minha casa eu nunca me enganei, sempre identificava o perfume que exalava do corpo de cada um, de quem usava determinada fronha, não precisava ter o nome eu reconhecia pelo cheiro.
As pessoas que não enxergam com os olhos, mas com a alma, identificam o perfume que emana da carne do outro, basta ele se aproximar. E o cachorro? Pode ser irmão gêmeo, porém, ele reconhece de longe, através do olor característico do ser humano, se ele estranha parte para o ataque. Sendo assim, nesse caso, eu quero que minha alma cheire bem, para nunca ser atacada por ninguém e quero ter uma alma enorme para não levar rasteira do mundo. Hei! Psiu! Hei! É você mesmo, sim! Informaram-me que para ingressar no paraíso é preciso ter uma alma muito grande, e que elas só crescem se ajudarem às pequenas almas a crescerem e se tornarem do tamanho do infinito para poderem atingir o céu. Por isso, quero ser sua amiga, para aprender tudo de bom que você tem para me ensinar, porque dizem que os amigos são àqueles que têm as almas maiores e que não se mede com fita métrica, mas sim pelos seus valores, como: nobreza de espírito, altruísmo, honestidade, humildade, companheirismo, fidelidade, amor, aconchego, carinho, tudo que é de bom e por isso tem que ser imensa para caber tudo isso. Não é fácil conter tantas virtudes e qualidades, é preciso ser enorme e elástica. Por isso eu vou colar em você, nisso a osmose funciona e quero pegar carona, não agora, futuramente, porque ainda é um pouco cedo para nós, mas não se esqueça de me levar na bagagem, sua eterna e mortal amiga, quer ir com você para brincar no éden, com a alma grandiosa, cheirosa, livre, leve e solta. Bem, já escrevi demais sobre o assunto como sempre, só uma grande alma pode ter paciência para ler tanta pieguice, ainda bem que só tenho amigos de alma generosa e que têm paciência comigo! Um beijo bem grande no seu coração e que o cheiro de sua alma se espalhe por toda terra e conquiste milhões de amigos.
Então será verdade? A alma tem cheiro? O que você acha?
(Mensagem enviada para o meu grupo de amigos virtuais em 2006).

Livro: Alinhavando Palavras - Sem pé nem cabeça. I VOLUME

Quando eu partir....














Autor: Maria De Deus Oliveira

A cada amanhecer inicia mais um dia de trabalho, projetos, batalhar pela sobrevivência, enfim, vida! Quantos bebês nasceram hoje no mundo? Quantas pessoas partirão? Os recém-nascidos são recebidos com festas, sorrisos, alegrias, e as partidas? São tristes, melancólicas, nos deixam vazias.
A vida é uma roda viva, de gente que chega e que sai. Apenas não sabemos o dia, nem da chegada, e nem da ida, só Deus sabe, e o destino determina. Hoje estou aqui, amanhã acolá, ninguém sabe o próximo minuto onde estará.
Aproveite a beleza do momento, divida seu melhor sentimento, queira estar sempre presente, entre os que estão por aqui. Quero tornar-me boa lembrança, não quero apenas ser pó, quando um dia eu partir...

Livro: Alinhavando Palavras - Sem pé, nem cabeça. I VOLUME






www.alinhavandopalavras.blogspot.com

Arquivos do blog

www.alinhavandopalavras.blogspot.com

Bem-Vindos!
Temas variados: trabalhos escolares orientados por mim e/ou assuntos que despertam a minha curiosidade, estudo e elaboro através de pesquisa. Trabalhos de outros pesquisadores. Em paralelo, a literatura, coisas que gosto de escrever, em diversos gêneros literários.

Nós os mais velhos somos os responsáveis por essa juventude que dominará no futuro nosso mundo, portanto, mãos a obra: Quem ama educa e nunca machuca!
Amar significa educar com liberdade vigiada até que o jovem possa dirigir sua vida com autonomia. É preciso aprender a valorizar o “SER”, porque as coisas se deterioram e a essência transcende. Infelizmente a vida é um enigma e nada podemos afirmar, porque se não houver vida após morte, morremos e nem saberemos quando isso acontecer, entretanto não custa nada ser bom, honesto, preservar a natureza para os nossos herdeiros, pois eles merecem viver num universo saudável como viveram nossos ancestrais.
Vivamos diariamente não como se fosse o último dia, mas com a alegria de poder viver mais um dia e conviver com as pessoas que amamos, oxigenar o corpo, ver a beleza que nos rodeia dia e noite e principalmente saborear momentos inéditos.
A vida não teria prazer se não houvesse sonhos, fantasias, crença na utopia, partilhar amor, amizade e o conhecimento que nos permite criar e apreender.
Venha participar deste espaço virtual, não como uma estrela cadente, mas como uma estrela ascendente que deseja pertencer a uma brilhante constelação de amizade e saberes que nos edifica como ser humano. Bem-vindo(a) a minha tela eclética em cultura, e você é quem decide o que deseja nos presentear.
Um abraço!
Maria de Deus Oliveira de Siqueira Alves.
http://www.ecleticoemcultura.blogspot.com/


Todas as ilustrações, exceto fotos de amigos e da minha família, (aliás, uma grande família) foram retirados do http://www.google.com.br/, pesquisa de imagens mais completa da web.

Respeite os Direitos Autorais

É preciso uma porção de amor em tudo que se produz!