OBRA PRIMA





Autor: Maria de Deus Oliveira
Eu busquei com mil parceiros
cruzei mares estrangeiros
procurando inspiraçã
o
para o mais belo dos poemas
que rimasse com fonemas
mas só tive ilusão.
Queria mostrar para o universo
que eu sei compor em versos
sem precisar de usar rima,
a verdadeira obra prima.
Pesquisei enciclopédias
pisei em várias passarelas
mas a busca enfim termina.

Foi quando te vi menina
um ser pequeno e carente
sorriso doce e inocente
mais beleza que uma flor
Deus concedeu-me a glória
nascida da composição do amor
você é na verdade criança:
Da Natureza a perfeição do Criador!

Tudo o que fazemos é em benefício ou desperdício do mundo. Criamos para o mundo também nossos filhos. Nada nos pertence. Chegamos sem nada e sem nada partimos. Mas, fica apenas a certeza desse amor sem explicação que existe e que aprendemos tanto nessa troca de afeto, aliás, só assimilamos melhor aquilo que amamos fazer, apesar de não deixarmos de realizar o que não amamos. Assim é a vida, por um lado tão bela e por outro lado tão intransigente.

Livro: Alinhavando Palavras. Sem pé, nem cabeça. I VOLUME.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

TRABALHO DE PESQUISA EM PEDAGOGIA

A IMPORTÂNCIA DAS ATIVIDADES LÚDICAS PARA CRIANÇAS DE 03 A 06 ANOS

MITOLOGIA GREGA: A HOMOSSEXUALIDADE