sábado, 8 de novembro de 2008

A magia das palavras





Autor: Maria de Deus Oliveira

Um dia na internet recebi um convite para participar de uma comunidade: “Magia das palavras”. Achei lindo o título e pensei o quanto às palavras podem ser benéficas ou maléficas na vida do ser humano. Às ruins deixemos pra lá, não nos faz bem, são proferidas por pessoas que não têm nobreza de caráter, mal amadas e mentes poluídas. Vamos falar das coisas boas que nos enriquece como ser humano. São tantas palavras mágicas, bonitas de serem ouvidas e faladas, e que seria impossível cita-las todas, mas lembrei de algumas que fazem parte do nosso dia-a-dia e que tornam o nosso cotidiano muito mais prazeroso de se viver: Bom dia; boa tarde e boa noite. Dito com afeto e carinho, desabrochando um sorriso lindo, nos contentam, traz harmonia, na certeza de ser bem-vindo produzindo bem-estar!
Por favor, muito obrigado, estou encantado, com seus cuidados e tanta ternura. Só as pessoas amorosas conseguem ter no coração, tanta bondade, compreensão e doçura! Desejar fazer o bem, não importa a quem, todos merecem respeito e solidariedade.
Estudar sem sofrer preconceito e ter todo o direito de sonhar com a liberdade!
Eu te amo meu amor. Ama-me com zelo e ardor. Com toda fidelidade! Por você sempre terei respeito, paixão, tolerância e em sua ausência certamente morrerei de saudade! Retribuirei suas gentileza, com a mais sincera amizade e nós seremos felizes para sempre, até que a morte nos separe.
Nunca mais quero tristeza, da vida só quero prazer, quero do mundo a beleza para enfeitar o caminho que me leva até você.

Livro: Alinhavando Palavras – Sem pé, nem cabeça. I VOLUME
Postar um comentário

www.alinhavandopalavras.blogspot.com

Arquivos do blog

www.alinhavandopalavras.blogspot.com

Bem-Vindos!
Temas variados: trabalhos escolares orientados por mim e/ou assuntos que despertam a minha curiosidade, estudo e elaboro através de pesquisa. Trabalhos de outros pesquisadores. Em paralelo, a literatura, coisas que gosto de escrever, em diversos gêneros literários.

Nós os mais velhos somos os responsáveis por essa juventude que dominará no futuro nosso mundo, portanto, mãos a obra: Quem ama educa e nunca machuca!
Amar significa educar com liberdade vigiada até que o jovem possa dirigir sua vida com autonomia. É preciso aprender a valorizar o “SER”, porque as coisas se deterioram e a essência transcende. Infelizmente a vida é um enigma e nada podemos afirmar, porque se não houver vida após morte, morremos e nem saberemos quando isso acontecer, entretanto não custa nada ser bom, honesto, preservar a natureza para os nossos herdeiros, pois eles merecem viver num universo saudável como viveram nossos ancestrais.
Vivamos diariamente não como se fosse o último dia, mas com a alegria de poder viver mais um dia e conviver com as pessoas que amamos, oxigenar o corpo, ver a beleza que nos rodeia dia e noite e principalmente saborear momentos inéditos.
A vida não teria prazer se não houvesse sonhos, fantasias, crença na utopia, partilhar amor, amizade e o conhecimento que nos permite criar e apreender.
Venha participar deste espaço virtual, não como uma estrela cadente, mas como uma estrela ascendente que deseja pertencer a uma brilhante constelação de amizade e saberes que nos edifica como ser humano. Bem-vindo(a) a minha tela eclética em cultura, e você é quem decide o que deseja nos presentear.
Um abraço!
Maria de Deus Oliveira de Siqueira Alves.
http://www.ecleticoemcultura.blogspot.com/


Todas as ilustrações, exceto fotos de amigos e da minha família, (aliás, uma grande família) foram retirados do http://www.google.com.br/, pesquisa de imagens mais completa da web.

Respeite os Direitos Autorais

É preciso uma porção de amor em tudo que se produz!