sábado, 8 de novembro de 2008

Desejo-lhe Felicidades....


Autor: Maria de Deus Oliveira

Quem não deseja ser feliz? Só os insanos não a buscam a felicidade porque são felizes dentro da sua loucura. Ninguém perturba e invade o seu eu. Mas nós que nos denominamos de “normais”, vivemos constantemente em busca desse ideal e abstrato sentimento em que permitimos que pessoas invadam os nossos sonhos, mexa com as nossas emoções e não estão nem aí, não porque querem ou por maldade, mas por sentirem-se isento de culpas e responsabilidades.
É preciso ter coragem para participar o nosso amor, confessá-lo a quem se ama. Não é vergonha amar ninguém, ao contrário, é bonito assumir o sentimento mais nobre que une as pessoas. Declare seu afeto, seus desejos, suas vontades e anseios, mas, se esse alguém pleiteado não sente o mesmo, paciência, não vamos nos suicidar por isso, mas sim, abrir o nosso coração e permitir que as paixões se renove. Lembre-se que muitas vezes somos nós os algozes e não estamos nem aí para o sofrimento do outro e nem suas lamentações.
Os desencontros superam os encontros. O mais importante é que você jamais deixe de se amar, porque, quando nós nos amamos, nos tornamos muito mais sedutores pela consciência que temos de ser merecedores em sermos amados, mesmo com nossos defeitos. Absorvemos a virtude da generosidade que só possui as pessoas capacitadas de viver um grande amor e aos outros com certeza poder se doar.
Ninguém é perfeito, mas o amor nos leva a tentar a superação e atingir a perfeição para sermos vistos como desejamos ser imaginados. Pretendemos ser a melhor coisa que pode existir para a pessoa amada. Sedutoramente conquistar e abrir as portas daquele coração e lá se trancar, jogar fora de vez à chave e nunca mais de lá escapar. Seja feliz, mas vestido de lealdade e sinceridade. Não sufoque o seu eu e de quem depositar o amor aos seus pés. Nunca aceite ser ferido e nem ultrajado. Não magoe e se afaste antes de ter vontade de trair, porque você pode causar um homicídio culposo e nunca ser debelado o seu remorso.
Ser amado é muito bom, amar muito melhor, mas ame com todo cuidado, porque o amor é igual a um bibelô, muito fácil de ser quebrado.

Livro: Alinhavando Palavras - Sem pé, nem cabeça. I VOLUME
Postar um comentário

www.alinhavandopalavras.blogspot.com

Arquivos do blog

www.alinhavandopalavras.blogspot.com

Bem-Vindos!
Temas variados: trabalhos escolares orientados por mim e/ou assuntos que despertam a minha curiosidade, estudo e elaboro através de pesquisa. Trabalhos de outros pesquisadores. Em paralelo, a literatura, coisas que gosto de escrever, em diversos gêneros literários.

Nós os mais velhos somos os responsáveis por essa juventude que dominará no futuro nosso mundo, portanto, mãos a obra: Quem ama educa e nunca machuca!
Amar significa educar com liberdade vigiada até que o jovem possa dirigir sua vida com autonomia. É preciso aprender a valorizar o “SER”, porque as coisas se deterioram e a essência transcende. Infelizmente a vida é um enigma e nada podemos afirmar, porque se não houver vida após morte, morremos e nem saberemos quando isso acontecer, entretanto não custa nada ser bom, honesto, preservar a natureza para os nossos herdeiros, pois eles merecem viver num universo saudável como viveram nossos ancestrais.
Vivamos diariamente não como se fosse o último dia, mas com a alegria de poder viver mais um dia e conviver com as pessoas que amamos, oxigenar o corpo, ver a beleza que nos rodeia dia e noite e principalmente saborear momentos inéditos.
A vida não teria prazer se não houvesse sonhos, fantasias, crença na utopia, partilhar amor, amizade e o conhecimento que nos permite criar e apreender.
Venha participar deste espaço virtual, não como uma estrela cadente, mas como uma estrela ascendente que deseja pertencer a uma brilhante constelação de amizade e saberes que nos edifica como ser humano. Bem-vindo(a) a minha tela eclética em cultura, e você é quem decide o que deseja nos presentear.
Um abraço!
Maria de Deus Oliveira de Siqueira Alves.
http://www.ecleticoemcultura.blogspot.com/


Todas as ilustrações, exceto fotos de amigos e da minha família, (aliás, uma grande família) foram retirados do http://www.google.com.br/, pesquisa de imagens mais completa da web.

Respeite os Direitos Autorais

É preciso uma porção de amor em tudo que se produz!